WhatsApp
SMS com alertas

Em 2019, operadoras enviaram gratuitamente 586 milhões de SMS com alertas de risco de desastres naturais

Chuvas intensas, baixa umidade do ar e alagamentos foram os temas mais usados nas mensagens. SP foi o Estado que mais recebeu SMS

05/03/2020 18h35
Por: Maico Zanotelli
Fonte: Oeste em Foco | Secom
Reprodução | Oeste em Foco
Reprodução | Oeste em Foco

As operadoras de telefonia móvel enviaram gratuitamente no ano passado 585,7 milhões de mensagens de texto (SMS) com alertas para o risco de desastres naturais, como chuvas fortes, alagamentos e baixa humidade do ar. Desde quando o serviço foi criado, em 2017, quase um 1 bilhão (855 milhões) de mensagens já foram enviadas aos usuários cadastrados para receber os alertas.

Em 2019, foram emitidos pela Defesa Civil 12.654 alertas e, desde 2017, o total acumulado foi de 19.480. O conteúdo da mensagem é definido pela Defesa Civil e um mesmo texto é enviado para vários usuários cadastrados que estejam na região a ser afetada.

A grande maioria dos alertas foi sobre chuvas intensas, o que correspondeu a 75% do total. A baixa umidade do ar foi responsável por 8% dos alertas, seguida de alagamentos (6%) e de outros motivos, como granizo, deslizamentos e vendaval. Os alertas se concentraram mais durante os meses de novembro, dezembro e janeiro.

O Estado que mais recebeu mensagens de alerta foi São Paulo, com 347 milhões de SMS. São Paulo também é a unidade da federação que tem o maior número de usuários cadastrados para receber os alertas, com 2,3 milhões, e também a que possui o maior contingente de celulares, somando 66 milhões.

O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 78,7 milhões de SMS de alertas e 1,25 milhão de usuários cadastrados. No Rio, há 18,5 milhões de celulares. Em terceiro lugar, vem Santa Catarina com 45,5 milhões de mensagens e Minas Gerais aparece na quarta posição, com 38,2 milhões.

Coordenado pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad), do Ministério do Desenvolvimento Regional, o sistema foi implantado em parceria com a Defesa Civil dos Estados e com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). As pessoas cadastradas no sistema pelo celular recebem os alertas gratuitamente, pois todos os custos referentes ao envio das mensagens ficam a cargo das prestadoras.

Para receber os alertas, o usuário deve enviar uma mensagem pelo celular para o número 40199, com o CEP do endereço que deseja ser monitorado. Podem ser cadastrados vários CEPs para um mesmo número de celular. O sistema de envio de alertas começou em fevereiro de 2017, por Santa Catarina, e foi gradativamente sendo ampliado, estando disponível para todo o País em fevereiro de 2018.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários