WhatsApp
Atrás das grades!

Morador de Itapiranga é preso em operação contra a pornografia infanto-juvenil

Ação faz parte da sexta fase da Operação “Luz na Infância”, que cumpriu diversos Mandados de Busca e Apreensão, além de Mandados de Prisão, em nove cidades catarinenses

19/02/2020 11h06Atualizado há 1 mês
Por: Júnior Recalcati
Fonte: Oeste em Foco
Polícia Civil
Polícia Civil

Um morador de Itapiranga foi preso pela Polícia Civil em uma operação contra a pornografia infanto-juvenil na manhã desta terça-feira (18). Ele é suspeito de acessar, armazenar e compartilhar arquivos de imagem e vídeo envolvendo crianças e adolescentes.

A ação faz parte da sexta fase da Operação “Luz na Infância”, que cumpriu diversos Mandados de Busca e Apreensão, além de Mandados de Prisão, em nove cidades catarinenses.

De acordo com a Polícia Civil, a força-tarefa iniciou por volta das 6h. Durante a diligência, foram identificados diversos arquivos com pornografia infantil armazenados em dispositivos eletrônicos. Ele foi preso em flagrante pela prática de crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. O homem, que não teve a identidade revelada, foi encaminhado a Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Miguel do Oeste onde está à disposição da Justiça.

Segundo a PC, este tipo de conduta alimenta uma rede de submissão de crianças e adolescentes de todas as idades a verdadeiro horror, ao serem obrigadas, muitas vezes com violência, a se expor de forma pornográfica e até mesmo em cenas de sexo explícito, o que merece imediata e severa repressão, objetivo da atuação profissional e responsável de investigações da Polícia Civil.

  • Morador de Itapiranga é preso em operação contra a pornografia infanto-juvenil
  • Morador de Itapiranga é preso em operação contra a pornografia infanto-juvenil
Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários