WhatsApp
Violência

Três mulheres são atacadas por um homem dentro da moradia estudantil da UFSC

Antes da violência, suspeito afirmou ser um assassino

06/12/2019 15h11
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Guto Kuerten / Arquivo NSC
Guto Kuerten / Arquivo NSC

Três mulheres foram atacadas por um homem e feridas a facadas ao meio-dia desta quinta-feira (5), dentro da moradia estudantil da UFSC, em Florianópolis. O suspeito também usou um pedaço de pau para agredir as vítimas. A instituição de ensino confirmou que uma das vítimas é estudante e os outros três envolvidos estavam no local a convite da jovem.

De acordo com ocorrência registrada pela Polícia Militar, todos estavam no mesmo apartamento e o ataque foi resultado de um desentendimento entre o suspeito de 30 anos e a única jovem que reside no local. 

A discussão, por sua vez, teria iniciado depois que uma das jovens pediu ao homem que trocasse de quarto, para dar espaço a outras jovens que chegariam ao apartamento para realizar o vestibular da instituição, que vai ocorrer no próximo fim de semana.

Ele não concordou e foi além. Pegou uma faca pessoal, no modelo "peixeira" e gritou para as duas jovens mais próximas, que era um assassino. Em seguida, partiu para cima delas. Enquanto elas eram atacadas com faca e um pedaço de pau, outra moradora do apartamento saiu do quarto onde estava e tentou ajudar. 

Ao puxar o agressor pelas costas, também foi atingida com um golpe de faca no braço. As três foram socorridas e encaminhadas pelo SAMU a unidades médicas, sem risco de vida. Uma das mulheres já teria sido liberada do hospital. O estado atual de saúde de outras duas vítimas  não foi informado.

Investigação

Por ser um crime praticado por homem contra mulheres, o caso será investigado pela Dpcami da Capital. A ocorrência, no entanto, ainda não chegou ao conhecimento da Polícia Civil, informou o delegado titular, Paulo Henrique de Deus.

Manifestação da UFSC

A Administração Central da UFSC emitiu uma nota à imprensa sobre o ocorrido, informando que, ao ter conhecimento dos fatos, tomaram as medidas mais urgentes, como garantir o atendimento às vítimas:

Tão logo houve informação das agressões, foram acionados o SAMU, a Polícia Militar e a Secretaria de Segurança Institucional da UFSC. 

Informou, ainda, que lamenta pelo caso ocorrido e que pretende auxiliar com as investigações. 

Quanto ao agressor, imagens do Sistema de Monitoramento da SSI/UFSC, registraram a circulação pelo campus após a ocorrência e foram passadas à polícia para seguimento das investigações.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários