WhatsApp
1ª MORTE CONFIRMADA

Homem de 86 anos que morreu por coronavírus em SC estava em asilo de Antônio Carlos com outros idosos

Paciente faleceu no Hospital Regional de São José. Todos os moradores da casa de repouso farão o teste para verificar se foram infectados pelo vírus

26/03/2020 20h23
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Leo Munhoz, Banco de Dados, NSC
Leo Munhoz, Banco de Dados, NSC

Primeiro paciente a morrer vítima de coronavírus em Santa Catarina, o homem de 86 anos que faleceu nesta quarta-feira em São José, na Grande Florianópolis, tinha dado entrada no hospital na segunda-feira (23), dois dias antes de morrer. Ele estava com a saúde debilitada, com piora no quadro geral nos últimos dois meses, informou a Secretaria de Saúde do Estado. Antes de ser levado ao hospital, o homem permaneceu cinco dias em um asilo na cidade de Antônio Carlos, na Grande Florianópolis.

Conforme a prefeitura de Antônio Carlos, o idoso foi levado por um filho para uma casa de repouso localizada no município no dia 18 de março. Ele havia sofrido uma queda duas semanas antes e apresentava fraturas, anemia e infecção urinária, bem como histórico de Parkinson. Na segunda-feira (23), começou a ter hipotermia e hipertensão e foi levado pelo Samu ao Hospital Regional de São José, onde morreu na madrugada de quarta.

Além disso, segundo a Secretaria de Saúde do Estado, o paciente vinha apresentando há dois meses uma piora do estado de saúde, com inapetência progressiva (recusa à alimentação) e aumento do grau de dependência para realização de tarefas diárias. De acordo com os boletins médicos, ele não tinha histórico de febre e tosse. 

As amostras para testagem da Covid-19 foram colhidas no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) em função da característica do quadro. O teste confirmou a presença de coronavírus SARS-CoV2. O paciente foi mantido em isolamento respiratório, mas morreu na quarta-feira.

​O óbito foi comunicado oficialmente pelo governador Carlos Moisés no Twitter às 23h59min de quarta. ''Notícia triste: hoje perdemos o primeiro catarinense para o coronavírus. Paciente masculino, de 86 anos, faleceu em São José. Deus nos abençoe e proteja e console a família'', escreveu Moisés.

Na manhã desta quinta, o governador gravou vídeo onde voltou a lamentar a primeira morte pela doença no Estado e também reforçou o pedido para que a população continue evitando sair de casa.

Idosos de asilo serão submetidos ao teste do coronavírus

Conforme a prefeitura de Antônio Carlos, a casa de repouso onde o idoso que morreu por coronavírus esteve antes de ser levado ao hospital possui 28 residentes idosos e 29 profissionais. Eles serão testados para Covid-19 pela Vigilância Epidemiológica do município, com o apoio técnico do serviço de Vigilância Epidemiológica.

A prefeitura também informou que, na segunda-feira (23), a Vigilância Sanitária do município, com o acompanhamento da Polícia Militar, visitou casa de repouso para verificar o cumprimento da nota técnica que trata do enfrentamento do coronavírus.

Durante a ação, foi observado o uso dos equipamentos de proteção individual pelos profissionais e os responsáveis pela casa foram orientados a intensificar o treinamento para manejo de possíveis residentes com suspeita de coronavírus. Verificou-se ainda um estoque mínimo de EPIs (equipamentos de proteção individual) e a dificuldade de comprá-los, mesma dificuldade encontrada pelos serviços públicos de saúde, informou a prefeitura.

Casos confirmados em SC

Até o momento, Santa Catarina registra 122 pessoas casos confirmados de coronavírus, segundo a última atualização da Secretaria de Saúde, feita na noite desta quarta-feira.  Seis estão em Unidade Intensiva de Tratamento (UTI). São 325 casos suspeitos. Entre os pacientes, 53% são mulheres. Há pacientes confirmados em 28 municípios de SC.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários