WhatsApp
Covid-19

Casos confirmados de coronavírus em SC chegam a 149; governo anuncia plano de retomada de atividades

Reabertura de parte de serviços e comércio começa a partir de 30 de março, progressivamente; aulas continuam suspensas

26/03/2020 20h00Atualizado há 7 dias
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Governo de SC/Divulgação
Governo de SC/Divulgação

O número de casos confirmados do novo coronavírus em Santa Catarina foi atualizado no final da tarde desta quinta-feira (26) pelo governo de Santa Catarina. São 149 pacientes positivados para o Covid-19 em todo o estado - 10 deles em UTI - e 325 pessoas em investigação, além de uma morte confirmada no final da noite da quarta-feira (25), de um homem de 86 anos, morador de Porto Belo. O óbito que estava em investigação em Xanxerê resultou negativo, informou o Estado.

Entraram para a lista de municípios com confirmação da doença outros três municípios: Itapema, Siderópolis e Timbé do Sul. Laguna, no entanto, deixou de aparecer na lista, já que a pessoa diagnosticada no município é moradora de outra cidade. 

De acordo com secretário da Saúde, Helton Zeferino, entre os 10 pacientes em Unidade Intensiva de Tratamento, seis deles têm mais de 60 anos. Ainda, segundo Zeferino, os sintomas mais frequentes ao público que positivou para a doença são febre e tosse. 

A faixa-etária de 30 a 39 anos representa um total de 25% dos infectados pelo coronavírus. Com complicações de saúde, que recebem atendimento hospitalar, a faixa-etária é de 50 aos 59,  que representam 29%.

-  As nossas estatísticas indicam que quem requer maior cuidado é o idoso, mas é importante destacar que todos estamos suscetíveis à patologia. Os pacientes são jovens e devemos ter cuidado e continuar com as orientações de prevenção, como lavar a mãos, evitar exposição em aglomeração e uso de álcool em gel - instruiu.

Retomada das atividades

Ao anunciar a retomada da maioria das atividades para o dia 1º de abril, o governador Carlos Moisés da Silva (PSL)  afirmou que o plano foi traçado com base em regras de isolamento social:

- A missão é promover a convivência dos catarinenses com a pandemia da Covid-19 conciliando a preservação da vida e atividade econômica. Estamos fazendo gradativamente para que as pessoas voltem as atividades de forma segura. 

Segundo Moisés, as aulas seguem suspensas por 30 dias, conforme decreto inicial, sem alteração. A circulação de transportes coletivos urbano e intermunicipal também permanecem suspensas, por considerar os ônibus um meio de grande propagação da doença. Estão orientados a não circular no território catarinense qualquer transporte público ou privado de linha ou de fretamento de pessoas.

- As atividades que falamos lá no início do decreto por 30 dias, continuam suspensos, a circulação e permanência de pessoas em espaços públicos continuam suspensos por 30 dias a partir de 19 de março também. Tudo que foi suspenso por 30 dias continua igual - afirmou o governador. 

No dia de 30 de março, segunda-feira, as agências bancárias, correspondentes, lotéricas e cooperativas de crédito voltam a funcionar, parcialmente, apenas para serviços bancários presenciais. Já na quarta-feira (1º), estarão autorizados, com algumas restrições gerais, os serviços privados não essenciais como, academias, shopping, bares e restaurantes, setor hoteleiro e escritórios de prestação de serviço. 

Segundo o governador, esses estabelecimentos de atendimento ao público terão limitação de 50% da capacidade e controle de acesso e marcação de locais de presença, com 1,5m entre cada pessoas:

- A saída das ruas das pessoas deve ser conforme decreto. Individuais, conforme restrições sanitárias, com uma diminuição de capacidade de habitantes. Estamos retomando, mas não 100% as atividades. Isso traz reflexão nas pessoas, que serão lembradas das práticas de higiene e de se manter distantes das pessoas. Não é liberação para irem para as ruas. A rede hoteleira vai atender com hospedagem individual e não de grupo, por exemplo - disse Moisés.

"Nós nem entramos na crise ainda", diz Moisés

Logo após explicar as regras para a retomada gradual das atividades em Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva salientou que a crise no Brasil ainda não teve início, motivo pelo qual analisa todos os pedidos que recebe dos diferentes segmentos com cuidado e responsabilidade: 

-A impressão que temos é de que as pessoas têm o sentimento, nesta segunda semana de quarentena, de que estamos saindo da crise e as coisas estão terminando. Mas não entramos na crise ainda. O Brasil ainda não teve contato com a crise, temos agora o contato incipiente com o vírus. Estamos no começo da curva de outros países. Não encaramos o problema ainda, apenas estamos nos preparando para ele.

Cidades com casos confirmados de coronavírus

Além das notificações positivadas nos municípios catarinenses, foram confirmados no Estado cinco pacientes que residem em outros estados e três que moram em outros países, mas estavam em Santa Catarina quando receberam o diagnóstico.

Balneário Arroio do Silva - 1

Balneário Camboriú - 8 

Blumenau - 12

Braço do Norte - 9

Camboriú - 4

Canelinha - 1

Chapecó - 4

Criciúma 12

Florianópolis - 20

Gaspar -1

Gravatal -3

Içara -1

Imbituba -5

Itajaí -16

Itapema - 1

Jaguaruna - 2

Jaraguá do Sul - 2

Joinville - 7

Lages - 1

Navegantes - 3

Pomerdore -1

Porto Belo - 3

Rancho Queimado - 2

São José - 8

São Ludgero - 1

São Pedro de Alcântara - 1

Siderópolis - 2

Tijucas - 1

Timbé do Sul  -1

Tubarão - 8

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários