WhatsApp
Coronavírus

Sobe para 122 o número de casos confirmados do novo coronavírus em SC; casos suspeitos tiveram queda

Governador comemora resultado das medidas de restrição e estuda retomada progressiva dos serviços, após período de quarentena

25/03/2020 19h28
Por: Maico Zanotelli
Fonte: NSC
Mauricio Vieira/Secom)
Mauricio Vieira/Secom)

Em transmissão ao vivo no final da tarde desta quarta-feira (25), o governo de Santa Catarina atualizou o número de casos do novo coronavírus no estado. São 122 pessoas com diagnósticos confirmados para a doença, seis em Unidade Intensiva de Tratamento (UTI), e 325 suspeitos. Entre os pacientes, 53% dos casos positivados para Covid-19 é de mulheres. 

Há pacientes confirmados em 28 municípios de SC, com novos casos confirmados em São Pedro de Alcântara, Camboriú, Canelinha, Arroio do Silva, São Ludgero. Ainda não houve confirmação de mortes nas cidades catarinenses. Um dos casos que estava em tratamento na UTI apresentou melhora e deu alta, também informou a Secretaria de Estado de Saúde. 

O governador Carlos Moisés da Silva (PSL) reforçou, também, sua posição de enfrentamento à transmissão do vírus Covid-19 com o isolamento social e manteve a decisão de estender a segunda semana de quarentena em todo o território catarinense:

- Esta semana é crucial, sem afrouxamento do governo para colhermos frutos do esforço. E a redução nos casos suspeitos é a prova cabal de que o que estamos promovendo aqui, é um freio de contágio. Temos certeza que as medidas vão salvar pessoas e ninguém tem menos valor ou é menos importante, por sua idade, condição física ou doença que tenha. 

Obras públicas

Moisés afirmou que vai publicar, neste primeiro momento, portaria que regula atividade de retorno de obras públicas e da cadeia logística necessária para atender esses serviços. Serão autorizadas, em território catarinense, segundo o governador, obras de ampliação e manutenção de serviços essenciais. 

Ainda, segundo Moisés, serão autorizadas atividades acessórias de suporte e de disposição de insumos ficam autorizadas a funcionar, exclusivamente, para dar continuidade nas obras públicas, porém, somente por meio de tele-entrega ou delivery. As portas dos estabelecimentos devem permanecer fechadas, afirmou Moisés.

- É a segunda semana de restrição, mas estamos negociando com os setores, com todas as categorias, recebendo propostas e vamos encaminhar e olhar para frente para sair desta situação com segurança.  O objetivo agora não é a inanição total, mas que as atividades convivam com vírus. 

Surpresa com manifestação do Bolsonaro

Ao iniciar a transmissão ao vivo, o governador reiterou sua posição em relação aos pronunciamentos de Jair Bolsonaro. Pela manhã, Moisés afirmou estar "estarrecido" com a fala do presidente. Em coletiva de imprensa reafirmou a surpresa em relação ao presidente:

- Tivemos reunião com presidente da República e fomos surpreendidos com mudanças no tom do pronunciamento.

Moisés usou dados técnicos para embasar sua surpresa em relação a Bolsonaro. Segundo ele, em quadro otimista, 50% da população será infectada e 10% das contaminadas, ficarão graves. Acima disso, estão os pacientes que necessitam de mais cuidados. Desses, 2% ou 1% vai morrer, disse o governador, prevendo resultado otimista. Após explanação dos dados, reiterou a responsabilidade de quem administra as crises, sejam elas de saúde ou econômica:

-  Hoje não é alinhamento político, mas de proteger a população. Todas as falas têm de ser revestida de responsabilidade e vamos responder pelas medidas que adotamos e já programando formas de conviver com vírus, sem escolher quem vai morrer. E provável que tenhamos óbito, mas queremos ter zero e por isso  trabalhamos.

Cidades com casos confirmados de coronavírus

Segundo o secretário de Saúde, Helton Zeferino, houve uma mudança na contagem de casos confirmados por cidade, motivo pelo qual ocorreram alterações nos números de casos confirmados em cidades como Florianópolis:

- Levamos em consideração, agora, o endereço da pessoa, mesmo que tenha notificado em outra cidade, onde não reside.

Arroio do Silva - 1

Balneário Camboriú -7

Blumenau - 9

Braço do Norte - 9

Camboriú - 2

Canelinha - 1

Chapecó - 3

Criciúma - 11

Florianópolis - 16 (-4) casos realocados, porque não residem na Capital

Gaspar - 1

Gravatal - 3

Içara - 1

Imbituba - 4

Itajaí - 12

Jaguaruna - 2

Jaraguá do Sul - 2

Joinville - 5

Lages - 1

Laguna - 1

Navegantes - 3

Pomerode -1

Porto Belo - 2

Rancho Queimado - 2

São Jose - 5

Sao Ludgero -1

São Pedro de Alcântara - 1

Tijucas -1

Tubarão - 8

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários