WhatsApp
Testemunho!

Recuperado de coronavírus, paciente de SC grava vídeo após dias de UTI: "Vamos ficar em casa"

Rogério Koch Martins, de 52 anos, falou sobre recuperação e reforçou alerta para isolamento

24/03/2020 21h55
Por: Júnior Recalcati
Fonte: NSC
Reprodução
Reprodução

Um morador de Braço do Norte, no Sul catarinense, e um dos primeiros pacientes diagnosticados com coronavírus a ter complicações por causa da doença em Santa Catarina, Rogério Koch Martins, gravou um vídeo em que fala sobre a recuperação e reforça o alerta para que as pessoas fiquem em casa.

O paciente, de 52 anos, permaneceu cerca de uma semana internado, passando pelo menos três dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

— Eu contraí o vírus, passei no hospital de sete a oito dias, e me recuperei muito  bem, seguindo todas as orientações dos profissionais da área. Pra vencer isso aí agora vai a quarentena, vamos ficar dentro de casa para a gente se recuperar. O mundo inteiro está em quarentena e não custa fazer a mesma coisa — disse Rogério no vídeo.

Rogério Koch teve o diagnóstico positivo para coronavírus no dia 15 de março, no Hospital Santa Teresinha (HST), em Braço do Norte. No dia seguinte, foi transferido para o Hospital São Donato, em Içara.

O paciente recebeu alta na última sexta-feira (20), e permanece agora em isolamento domiciliar, junto com a esposa, que também contraiu o vírus. A orientação é que os pacientes que recebem alta após internação pela doença fiquem em isolamento ao menos por 14 dias.

O morador foi o primeiro a ser diagnosticado com a covid-19 em Braço do Norte. A cidade soma 9 casos da doença, conforme a última atualização de casos confirmados da Secretaria de Estado de Saúde, feita na noite desta segunda-feira (23). Em SC, o total de casos era de 86.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários