WhatsApp
Chapecó

Detentos do Complexo Prisional de Chapecó produzem máscaras e luvas

Produção iniciou nesta segunda-feira (23); aproximadamente 120 mil máscaras serão feitas por dia

23/03/2020 22h29
Por: Maico Zanotelli
Fonte: ND+
Diego Antunes / NDTV / Arquivo
Diego Antunes / NDTV / Arquivo

É hora de unir forças para enfrentar o novo coronavírus. Neste sentido, o Complexo Penitenciário de Chapecó foi escolhido para produzir EPI (Equipamentos de proteção individual). 

Segundo o gerente regional Alecssandro Zani, a produção ocorre através de uma parceria com uma empresa privada que tem convênio com o Estado. O processo envolve cerca de 40 detentos. 

A empresa vai destinar insumos para a produção dos equipamentos com a mão de obra dos apenados. Eles vão receber salário pelo trabalho. A produção será de jalecos, luvas e máscaras.

Alecssandro Zani explica que os equipamentos serão entregues ao Estado, que deve distribuir aos servidores da segurança pública e da saúde. Ele estima que sejam produzidas 120 mil máscaras por dia. A produção iniciou nesta segunda-feira (23).

O gerente regional acredita que ao longo dos meses deve aumentar a produção. A expectativa é de que projeto se mantenha e abasteça os serviços da área da saúde de Chapecó. 

“A ideia é manter a produção mesmo depois da fase de pandemia. Fechar parceria com alguns órgãos de saúde, uma vez que o custo vai ser menor para instituição”, finalizou.

Modelo no Brasil 

Em 2019, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, elogiou o modelo de penitenciária adotado em duas cidades de Santa Catarina, sendo em Chapecó e São Cristóvão do Sul. 

Mais tarde ele visitou o Complexo Prisional de Chapecó e produziu um relatório de referência. “Visita inspiradora”, diz Moro após visita ao complexo penitenciário em Chapecó

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários