WhatsApp
Coluna Bruna Antunes

Aplique sua energia no que te faz bem

O cansaço mental pode aparecer de repente, mas ele vem depois de longos períodos em que a pessoa suporta tudo, gerando um esgotamento tanto emocional quanto no corpo, com sono excessivo, dor de cabeça, fraqueza, perda de apetite, falta de força para andar ou fazer qualquer atividade que necessite de movimento

Bruna Antunes

Bruna AntunesBruna Antunes, natural de Descanso, tem 32 anos, é Bacharel em Psicologia pela UNOESC de São Miguel do Oeste e graduada em Administração de Pessoas pela Uniasselvi, e atua como psicóloga do CRAS de São João do Oeste. A coluna objetiva abordar temas relacionados à psicologia de forma clara a fim de agregar conhecimentos e facilitar a interpretação dos leitores. Além disso, Bruna destaca reflexões sobre a importância e os cuidados necessários com a saúde mental.

02/08/2019 13h07Atualizado há 4 meses
Por: Bruna Antunes
Fonte: Oeste em Foco
Oeste em Foco
Oeste em Foco

Aplique sua energia no que te faz bem: o cansaço mental

O cansaço mental pode aparecer de repente, mas ele vem depois de longos períodos em que a pessoa suporta tudo, gerando um esgotamento tanto emocional quanto no corpo, com sono excessivo, dor de cabeça, fraqueza, perda de apetite, falta de força para andar ou fazer qualquer atividade que necessite de movimento. A pessoa pode ter um verdadeiro surto, com momentos de pânico, de choro, de medo, de profunda tristeza e desilusão. Quando isso ocorre em virtude exclusiva do ambiente de trabalho temos a Síndrome de Bournout. Mas se o trabalho não tema nada a ver, se os motivos desse esgotamento vem de outros ambientes- o pessoal e familiar- é hora de parar e colocar tudo nos eixos. O acúmulo de tarefas pode ser o fabricante desses sintomas. Duplas jornadas de trabalho fazem com que a pessoa “fique em função” até 15 horas por dia. Podem levar alguns poucos meses pra essa situação se tornar tão forte, ao ponte de ser confundida com depressão. Temos que ter cuidado pois a longo prazo pode sim levar a um quadro depressivo.

Somos energia, para que nosso corpo e mente funcionem bem, essa energia precisa ser canalizada corretamente. Atualmente existem muitas formas de conseguir isso, com as terapias alternativas, meditação, técnicas de relaxamento. É bom parar um pouco, dar atenção a este outro lado, recarregar as energias, já que essa sobrecarga, pode gerar estresse constante, tensão, que acaba recaindo no corpo. 

Podemos ficar atentos à algumas atitudes que são verdadeiros drenos desse vigor.

1) Pensamentos obsessivos

Pensar gasta energia. Pensar num tema único, gasta mais energia ainda. Quando estamos com um problema ocupando nosso pensamento entramos num estado de cansaço, como se estivéssemos corrido uma maratona. A quantidade desgovernada e obsessiva de pensamentos consome a força que deveria ser usada em atitudes concretas.

1) Pensamento de raiva e mágoa

O sentimento intenso de raiva, não só gasta energia, como também paralisa uma pessoa no passado. Não é à toa que quem cultiva mágoas tem dificuldade de progredir emocionalmente. Além de gastar energia, mantêm a conexão com quem, por vezes, nem se lembra mais do prejuízo que causou, não permitindo que você evolua e tenha paz.

2) Reclamar

Queixar das circunstâncias é um mau hábito que pode se tornar um traço marcante da personalidade de uma pessoa. O “reclamão” é um indivíduo negativo e mau humorado que geralmente não faz nada para mudar e ainda se coloca na condição de vítima. Reclamar, além de não resolver a vida de quem pratica, ainda pesa para quem convive, pois alguém acaba pagando o preço dessa negatividade. Melhor que reclamar é realizar, enfrentar os problemas, reagir, ir à luta e poupar os ouvidos alheios. Isso não significa que devemos fingir que está tudo bem. É importante enxergar a realidade, mas igualmente importante é ter atitude para resolver o problema. Se reclamar resolvesse os problemas, o mundo estaria perfeito.

 4) Atitudes auto-destrutivas

Atitudes auto-destrutivas são aquelas provocadas pela má administração da própria vida como preguiça, procrastinação, descaso com a saúde, má alimentação, noites mal dormidas, uso de drogas, relacionamento tóxico, dificuldade de falar “não”, etc. Todo esses maus tratos, além de serem verdadeiros ladrões da energia, ainda abaixam a autoestima.

 5) Comparação

Não existe ponto positivo em se comparar ao outro: se eu me comparo e me sinto inferior, há sofrimento e, por vezes, inveja. Se me comparo e me sinto superior, isso despertará em mim vaidade, narcisismo, orgulho, sentimentos opostos à felicidade. Sem contar que sempre será preciso que o outro fique mal para eu me sentir melhor. Não há ganhos, só perdas e dispêndio de energia desnecessária. A evolução emocional se dá à partir da comparação que eu faço comigo mesmo: estou melhor que três anos atrás?

6) Tentar agradar todo mundo

Aquele que tenta agradar a todos, além de despender uma energia vital, ainda age em vão. Triste é concluir que se queimou energia, mas não saiu do lugar. Você jamais vai conseguir agradar a todos. Nunca. Nem se sua atitude for louvável. Faça sua parte, o que você achar que é bom e correto.

Então, vamos, na medida do possível, eu que não é fácil, pra mim também é difícil, mas não deixe para reservar um momentos de paz em sua rotina só quando você acabar ficando doente, seja pelo fator que for. Ah! Mais uma coisa: evite as pessoas tóxicas, elas sugam seu melhor, fuja delas! Mesmo que isso te custe se ausentar de encontros com amigos, familiares e redes sociais.

Bruna Antunes, Psicóloga, CRP-12/16964

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
São Miguel do Oeste - SC
Atualizado às 05h05
18°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 18°
18°

Sensação

26.3 km/h

Vento

66%

Umidade

Fonte: Climatempo
Oeste em Foco
Oeste em Foco - Instagram
Municípios
Funerária Mayer
Últimas notícias
Churrascaria do Pingo e do Márcio (Tradição)
Mais lidas
Oeste em Foco - Anuncie Aqui
Anúncio